Marketing

Passo a passo para landing pages de alta conversão

Landing pages são ótimos recursos para melhorar suas vendas no Brasil. Aprenda a criá-las com o máximo potencial de conversão.

Amanda Pofahl

Latin American Market Expert
05/10/2017

As landing pages são excelentes recursos para que empresas com atividade na internet ou mesmo e-commerces melhorem suas presenças online. Este tipo de página costuma ser a primeira parada de muitos usuários que estão buscando mais informações sobre seus produtos ou serviços e é uma das formas mais eficientes de chamar a atenção do seu target.

De fato, as landing pages servem para que o visitante tenha mais informações sobre sua marca ou empresa e, então converter-se em um novo contato para sua base ou diretamente em mais um cliente, pronto para adquirir os produtos oferecidos. Na verdade, estas páginas costumam ser orientadas à conversão e, por isso, o design e a forma como elas são concebidas devem ter isso como eixo na hora da criação.

Algo mais sobre Landing Pages

Quando o assunto é Leads, as landing pages são essenciais. Como comentamos no parágrafo anterior, quando falamos sobre novos contatos, poucos formatos são tão efetivos como as landings pages. Mas, por que isso acontece? Porque um contato é compartilhado com muito mais facilidade quando você tem algo a oferecer em troca.

Ou seja, você pode pedir o e-mail dos visitantes, mas, efetivamente, precisa dar um bom motivo. E-mail é praticamente uma moeda de troca. Então, ofereça algo, e deixe isso muito claro. Pode ser um desconto exclusivo, o download de um e-Book, guias, o acesso à uma seção restrita por um tempo determinado, tudo vale.

Antes de começar a dar dicas mais práticas, se você não conta com um departamento de design ou nem vai contratar freelancers, saiba que é possível criar landing pages de alta performance e conversão você mesmo. Para tanto, experimente ferramentas como Unbounce e Instapage, ou a Launchrock para chamadas do tipo coming soon.

Divulgação e SEO

Landing pages vão além dos contatos adquiridos ou dos produtos oferecidos, as mesmas têm um alto potencial para reforçar o SEO de suas web. Neste sentido, é bom ficar de olho em duas métricas: tráfego e conversão. Ou seja, para gerar Leads, é fundamental fazer com que o target chegue até a sua landing page.

E essa visita é sua oportunidade de ampliar a base de clientes e melhorar seu posicionamento. As redes sociais são uma forma efetiva de dar mais visibilidade à sua landing page, mas os buscadores são o melhor lugar para promovê-las. Por que? Porque um visitante que chega por uma busca específica é muito mais qualificado e provavelmente está no momento mais inclinado a interagir de alguma forma.

Já no que se refere ao SEO, especificamente, landing pages que permanecem muito tempo no ar devem ser otimizadas com keywords, principalmente as de cauda longa. Isso acontece porque as buscas são muito mais específicas e você tem menos competição em cada keyword. Se você consegue aproveitar o volume de buscas para ganhar leads de forma orgânica, melhor ainda.

Agora sim, como estamos falando de landing pages de alta conversão, listamos algumas orientações que você deve levar em consideração na hora de otimizar a sua. Vejamos quais são?

Orientações para a criação de Landing Pages

#01. Seja organizado e claro

O objetivo de uma landing page é compartilhar informações sobre a empresa, produtos ou serviços. Logo, as páginas devem ser diretas e limpas, além de serem organizadas de forma intuitiva. O usuário precisa navegar sem ruídos, sem nada que o distraia do objetivo final, que é a conversão. Para tanto, selecione as informações cuidadosamente, incluindo apenas o que é imprescindível.

A página deve ser vista em pouquíssimo tempo. Evite parágrafos longos e texto em excesso, ofereça informações precisas e pontuais. Na hora de organizar todo o conteúdo ao longo da página, a estrutura deve deixar espaços em branco, tanto para facilitar a leitura quanto para dar o devido destaque às informações essenciais Você também pode organizar seções para cada assunto específico, como benefícios, opiniões de usuários ou listas de empresas que já contrataram o produto ou serviço.

#02. Um bom título é fundamental

O título é importante para emails, blog posts, vídeos e, nas landings pages, não poderia ser diferente. Porém, nas LPs landings, a diferença é que esse título precisa ser realmente matador. Expresse sua ideia em poucas palavras para que o conceito da marca ou do produto oferecido fique claro e seja chamativo. É praticamente como criar um slogan, e nem sempre vale a pena usar recursos imperativos relacionados à venda, você precisa chamar a atenção e não ter ‘cara de flyer’.

De qualquer forma, a associação imagem+título não deve deixar margem para interpretações. Você pode, por exemplo, usar um subtítulo para dar algumas informações extras, mas seja sucinto. O título é passível de experimentações, crie variações e acompanhe, por meio das métricas, qual é o de melhor resultado nas conversões. Por último, o design, mais uma vez, importa. Fontes claras e coerentes com a proposta são uma condição a respeitar.

#03. Estimule a confiança dos visitantes

Mostrar que você é confiável nem sempre é tão simples. Quais são os elementos capazes de conquistar o usuário e deixá-lo tranquilo em relação à marca ou produto? Quem visita sua landing page possivelmente terá dúvidas, o usuário pode entender o conceito, por exemplo, mas não o funcionamento. Neste sentido, dá pra incluir alguns mini-vídeos ou animações que mostrem o dispositivo em ação, ou até mesmo deixar o endereço de contato da pessoa encarregada em esclarecer dúvidas no finzinho da página

Além disso, comentários de clientes antigos também ajudam muito. Selecione algumas frases de efeito e use como citação na sua landing page. Outro tipo de informação com muito poder de convencimento são as estatísticas, use e abuse de dados que comprovam a relevância do seu produto.

Por último, se seus clientes permitem o uso de seus logotipos em sua landing page, não deixe de aproveitar esta oportunidade. Por outro lado, não sobrecarregue o visual, procurando usar brevemente somente alguns dos exemplos citados.

#04. Crie formulários simples

Muitas das landing pages de e-commerces que encontramos na internet têm como objetivo obter dados dos usuários para usá-los em ações posteriores. Por exemplo, em algumas, pede-se que um formulário seja completado para subscrição da newsletter, obtenção de um desconto ou download de um material exclusivo. E já que essas pessoas demonstraram interesse em seus produtos, o pior que você fazer é dificultar suas vidas.

Por isso, quando for criar formulários para landing pages, seja o mais simples, curto e direto possível. Isso aumenta as possibilidades de que o usuário não abandone o processo. Não deixe de lado os dados mais importantes e avalie quais são os que podem ser, inclusive, obtidos posteriormente. O formulário também precisa ter uma interface amigável e funcional.

#05 Go Mobile

As buscas em e-commerces via dispositivos mobile não são um dado a desconsiderar. De fato, 86% de smartphones fazem suas pesquisas diretamente pelo celular. Por isso, as landing pages precisam necessariamente estar adaptadas para este tipo de dispositivo. Pode até ser que a compra em si seja feita usando um computador, mas as pesquisas e buscas de informações são mobile, e feitas em momentos livres. É fundamental saber aproveitar este micromomento de forma eficaz.

Por isso, usar um design orientado aos usuários de dispositivos móveis é tão importante. As pessoas são mais propensas a comprar ou fornecer dados quando estão relaxadas em ainda buscando informações sobre o que desejam adquirir. Você também pode conferir a quantidade de acessos à sua página pelas estatísticas e corroborar qual é o percentual que entra via computador ou celular.

#06. Coloque o botão da CTA no lugar certo

A maioria das landing pages têm um botão com uma chamada para ação que serve para fazer o download do app, subscrever-se à uma prova gratuita, dar início ao processo da compra, etc. Tudo depende do objetivo da sua landing page. Os botões são o gatilho que dá margem à possibilidade de conferir as métricas e performance da sua landing page no que se refere às taxas de conversão.

Elementos como a cor, o tamanho, a forma e a frase que você vai usar no botão da CTA são extremamente importantes. Mesmo assim, a localização do mesmo costuma ser tão ou mais importante que tudo isso junto. O botão precisa ser localizado de forma que, à primeira vista, já seja visualizado pelo usuário. Ele precisa participar da composição, mas de forma que se destaque sobre os outros elementos.

Como conclusão

As landing pages são um excelente recurso e apresentam grandes chances de conversão quando diagramadas de forma correta. Por isso, considere os objetivos do negócio e o público com o qual você quer estabelecer uma comunicação. Ao levar em consideração todos os elementos essenciais já na primeira versão, você vai poder realizar ajustes finos e melhorar o rendimento da sua landing. Os conselhos são bastante pontuais e se você seguir cada um deles, há muito mais chances de que sua landing page seja um sucesso de público, crítica e, porque não, de vendas.