5 passos para criar uma descrição do produto matadora

Descrever produtos é uma arte que todo e-commerce deve aprender, afinal, estamos na Era da Informação!

Amanda Pofahl

Latin American Market Expert
20/11/2017

A descrição de um produto ou serviço é o convite ideal para que o consumidor siga adiante na jornada de compra e clique no botão comprar. Mas ainda existem e-commerces que não descobriram todas as vantagens de se investir tempo e dedicação para saber como descrever um produto para venda.

Mais do que os atributos físicos e técnicos de um produto, o que o consumidor quer saber é como ele pode transformar a sua vida. Um ar condicionado, por exemplo, pode ser descrito como um equipamento que sopra ar de acordo com a temperatura regulada ou então como uma solução que vai manter a casa quentinha e aconchegante no inverno e fresca e confortável durante os verões mais intensos.

Essa diferença de abordagem pode trazer grandes resultados para a sua loja virtual, por isso, 5 passos para você melhorar como descreve suas mercadorias: 

5 passos para criar uma descrição do produto perfeita.

1. Escreva para o seu cliente, não para você

É comum adotarmos uma postura descritiva quando estamos pensando no produto ou na empresa em si. Então vêm aquelas descrições do tipo: 8G de RAM, HD de 1T, 7a geração i7, e por aí em diante.

Essas informações são importantes sim, mas podem ficar restritas ao título do produto e  colocadas de outra maneira na descrição. Veja: "Com 8 gigas de memória RAM, este notebook proporciona uso intenso de vários recursos sem comprometer a sua velocidade de trabalho, o que é complementado pelo processador Intel Core i7, que potencializa sua navegação, tornando-a mais ágil e eficiente". Algo meio no estilo do que a Fnac faz:

Captura de Tela 2017-11-20 às 18.38.17.png

Viu como uma simples informação se torna bom argumento de venda? Esse exemplo de descrição de um produto é apenas para que você entenda a importância de deixar de lado a reprodução automática do manual do fornecedor no seu site e passar a elaborar melhor os descritivos de produto, de forma que eles se tornem compreensíveis e atrativos para o seu público. As próximas dicas dão algumas pistas de como fazer isso.

Aliadas às fotos dos produtos, essas descrições se tornam ainda mais relevantes para atrair e converter clientes na sua loja virtual, pois há uma soma de formatos de comunicação (visual e textual) que fixa melhor as informações no cérebro e desperta a imaginação e o interesse.

2. Faça uma lista de benefícios

Criar descrições de produto é uma qualidade que pode ser aprimorada com o tempo, assim como com sua experiência junto aos produtos que vende. A melhor forma de promover um produto é usando-o de forma a conhecer a perspectiva do consumidor sobre ele.

Quando nos tornamos usuários de um produto, podemos facilmente listar os benefícios que ele nos traz. Se você tem um e-commerce de cosméticos, experimente usá-los diariamente (ao menos por algum tempo) para poder dizer se os efeitos prometidos pelo fabricante são reais ou não.

Enquanto faz uso do produto, crie uma lista de benefícios sobre ele: sentiu a pele mais sedosa? A oleosidade sumiu? E a acne? E as linhas de expressão?

Lembre-se que no Brasil é proibido fazer publicidade do tipo “antes e depois”, e que grandes plataformas de comunicação, como o Facebook, bloqueiam esse tipo de conteúdo.

Na hora de listar os benefícios, deixe de lado os discursos sensacionalistas e foque naquilo que é verdade sobre o produto, destacando seus prós e contras de forma imparcial, como nesse exemplo da Quem Disse Berenice:

Captura de Tela 2017-11-20 às 18.34.20.png

Incentivar reviews sobre os produtos, inclusive convidando blogueiros e influenciadores digitais para emitirem opinião, é uma ótima maneira de convencer seus visitantes a levarem seus produtos para casa.

3. Otimize suas descrições com técnicas de SEO

O SEO (Search Engine Optimization) é um conjunto de técnicas aplicadas a conteúdos na internet para torná-los mais atrativos tanto para os usuários quanto para os mecanismos de buscas.

No SEO on-page (dentro do site), uma das premissas básicas é usar palavras-chave que são regularmente usadas pelos consumidores para buscar produtos semelhantes aos seus na internet.

Uma vez que o Google indexa sua página, ele lê o conteúdo textual e grava essas palavras. Quando o consumidor faz a busca, um site bem otimizado aparece no topo dos resultados orgânicos.

Além disso, a otimização SEO deixa sua descrição de produto alinhada às principais expectativas do cliente. Por exemplo: digamos que um usuário está buscando por um tênis de lona vermelho. A pergunta lançada no mecanismo de busca é “comprar tênis de lona vermelho”. Incluir estas palavras no nome ou descrição do produto é essencial para conseguir alcançar esse comprador, como no exemplo da Dafiti:

descricao-de-produto-dafiti.png

Se você insere essa palavra-chave no seu descritivo de produto, atrai a atenção do consumidor porque é o que ele quer saber.

4. Evite exageros

Certamente você já viu produtos milagrosos na internet. Cremes que rejuvenescem 20 anos; emagrecedores que eliminam 8 quilos em uma semana; softwares que revolucionam negócios e por aí afora.

Esse tipo de postura em um descritivo de produto pode acabar completamente com a credibilidade do seu e-commerce, pois os consumidores estão bastante antenados com o mercado. E para ajudar, fazer uma comparação entre o que você diz e o que outros consumidores falam acerca do produto leva apenas alguns segundos.

Sendo assim, nossa dica aqui é evitar a adjetivação dos produtos da loja sem necessidade. Só fale que o produto é o melhor do mercado se houver comprovação para isso. Só use superlativos se for realmente preciso.

Textos informativos trazem maior confiabilidade para os seus produtos e permitem que o consumidor avalie com maior precisão os benefícios dele.

5. Crie mini-histórias

Técnicas de storytelling (contação de histórias) são bastante efetivas na criação de vínculos emocionais com o público. Uma loja virtual de produtos artesanais, por exemplo, pode contar brevemente de onde surgiu a ideia para aquele produto, como foi o processo de criação e até alguma curiosidade que prenda a atenção do leitor.

O uso de histórias na descrição da loja é grande em sites de produtos artesanais, como esse sites de vinhos, onde um pouco da trajetória de cada vinícola é contada. Muitos também aproveitam para falar sobre o processo de fabricação dos produtos que costuma ser bastante interessante para quem é apreciador.

descricao-de-produto-wine.png

Essas pequenas histórias devem ser envolventes e despertar a imaginação do consumidor, fazendo-o sentir identificação com o produto. O desejo de comprar vem dessa identificação, portanto, capriche no seu lado criativo!

Gostou de saber como criar descrições de produto matadoras para sua loja virtual? Continue acompanhando o blog do EBANX para mais soluções para o seu negócio.