Marketing

Como usar o WhatsApp para vender mais na internet

Um guia de como vender mais no Brasil pela internet usando o WhatsApp de forma eficiente.

Amanda Pofahl

Latin American Market Expert
24/08/2017

O mercado brasileiro é um dos mais significativos para o aplicativo de mensagens instantâneas e chamadas de voz WhatsApp, que conta com 120 milhões de usuários só no Brasil. No mundo, são 1,2 bilhão.

A média é de 60 bilhões de mensagens trocadas diariamente. Praticamente uma em cada sete pessoas do planeta utiliza o app comprado por Mark Zuckerberg em 2014. São números que impressionam, ainda mais quando comparado ao seu principal rival, o Telegram, que possui 100 milhões de usuários ao total.

E, apesar de ser usado principalmente para conversar com amigos e familiares, o aplicativo tem se fortalecido como uma importante ferramenta para os negócios. Não à toa, diversas empresas têm se interessado e, principalmente, investido cada vez mais neste novo canal de vendas.

Veja mais: 7 Produtos mais comprados pelos brasileiros nos EUA

Então, pense comigo: se quase 60% da população brasileira está no WhatsApp, as chances do seu público-alvo estar por lá são grandes, certo? É como se fosse o melhor ponto comercial da internet. Por isso, ainda que você já tenha sua loja virtual, nada impede que você amplie seus negócios através do app.

Há também os que utilizam a ferramenta como principal canal de atendimento ao cliente, uma vez que ela acaba dando um ar mais humanizado ao negócio, além de ser algo extremamente barato quando comparado ao custo de montar e manter uma central de atendimento.

“Mais de 70% dos usuários do WhatsApp usam o aplicativo diariamente.” Startup101

Outra enorme vantagem desse novo meio de contato com o cliente é dar a ele a liberdade de retornar quando puder, o que não acontece com um telefonema, por exemplo, já que ele precisa estar disponível no exato momento em que você liga.

Como você pode perceber, utilizar o WhatsApp só tem a somar ao seu negócio online, seja para realizar vendas diretas ou então como uma ferramenta de apoio. Pensando nisso, reunimos alguns pontos importantes para você que gostaria de começar a investir nesse canal para suas vendas internacionais. Confira abaixo:

Tenha um número exclusivo para isso

Essa é o tipo da dica número zero. É essencial que sua empresa tenha um número de WhatsApp exclusivo. Desta maneira, além de você separar o trabalho da vida pessoal, a imagem que você irá passar aos seus clientes é de mais seriedade e profissionalismo.

Personalize seu WhatsApp

Além de ter um número de WhatsApp exclusivo para a sua loja, não esqueça de personalizar os dados do aplicativo com o nome da empresa e a logomarca ou então uma foto de algum produto especial. É possível adicionar um status também (aquele espaço onde vem escrito “Hello there, I am using WhatsApp).

Peça autorização aos seus clientes

Não tem nada pior para as vendas do que ser invasivo. Antes de sair por aí bombardeando seu cliente com mensagens, promoções e outros conteúdos, descubra se ele quer que isso aconteça. O mesmo vale para o serviço de atendimento. Divulgue que a empresa oferece esse plus e, caso o cliente se sinta à vontade, irá procurá-lo por esse meio.

Use serviços de newsletters

Você sabia que já existem empresas especializadas em serviços para o WhatsApp? Uma delas, a alemã Zap Cast, oferece tanto a opção de atendimento ao cliente quanto de newsletter, com o envio de conteúdos personalizados para os clientes e, o mais importante, com a autorização deles.

Seja criativo

Use e abuse de vídeos ou mensagens de áudio para explorar ao máximo os produtos e suas funcionalidades. Encontre maneiras diferentes, divertidas e emocionantes para transmitir a mensagem e convencer seus clientes a comprarem pela primeira vez - ou novamente.

Veja ainda: Como abrir empresa nos Estados Unidos

Invista em conteúdo

O objetivo por trás de tudo isso sempre é finalizar uma compra, mas nada te impede de enviar para o seu cliente conteúdos relevantes, que tenham a ver com a sua loja e com os seus produtos. Desta maneira, você começa a criar uma relação com ele, e acaba conquistando não só a sua confiança como a sua fidelidade também.

Não economize na informação

Alguns produtos possuem muitos detalhes ou variações de cores, por exemplo. Ao invés de mandar várias fotos, reúna tudo em uma imagem só, e envie de uma única vez. Fica mais fácil para seu cliente visualizar a informação, além de não poluir o chat.

Seja presente

O WhatsApp é um app de conversa. Ou seja, não adianta fazer um primeiro contato com o cliente ou prospect e sumir, nunca mais dando as caras. Responda as perguntas, solucione problemas, peça opinião. Esteja presente, se mostre prestativo e aberto a ouvir e ajudar, caso necessário. É importante que seu cliente se sinta à vontade com você.

Faça promoções relevantes

Ao invés de oferecer 5% off todos os dias, opte por promoções sazonais e com descontos mais significativos. É interessante também criar promoções exclusivas para o WhatsApp. Assim, cada mensagem enviada vai despertar o interesse do seu cliente e, consequentemente, deixá-lo a um passo de realizar uma compra, seja ali no app mesmo ou na sua loja online, através de um cupom de desconto.

Não seja chato

Vender pelo WhatsApp funciona da mesma maneira que vender por uma loja física. Um vendedor que fica o tempo todo em cima, forçando a barra e insistindo para você comprar pode acabar causando o efeito contrário, afastando o cliente. Então não mande spam nem mensagens repetidas ou muito frequentes. Caso contrário, sua empresa corre o risco de acabar levando um belo de um block.

Peça um feedback

O aplicativo pode ser uma boa ferramenta de feedback. Você pode perguntar ao seu cliente se o produto chegou, se o tamanho serviu, se era como ele imaginava e se deu tudo certo. Se esse for seu primeiro contato com ele, ainda pode aproveitar o gancho e pedir autorização para enviar conteúdos relevantes, promoções especiais e novos produtos que chegarem na sua loja.

Agora que você já sabe como o WhatsApp pode te ajudar a vender mais na internet, que tal conferir nosso guia com  8 empresas para enviar produtos dos EUA para o Brasil?