Marketing

Como indexar seu site internacional no Google Brasil

Dicas para indexar seu site no Google Brasil mesmo estando fora do país

Amanda Pofahl

Latin American Market Expert
31/08/2017

Uma das melhores vantagens da internet é poder vender produtos e serviços para o mundo todo. Basta ter um site que consiga indexar no Google Brasil, por exemplo, que você já tem portas abertas para começar a vender para brasileiros, mesmo estando fora do país. Mas, como conseguir posicionar seu e-commerce já na primeira página?

Tenha uma URL .com.br

Ter uma URL ou domínio .com é o desejo de muitas pessoas, afinal, conseguimos indexar em qualquer lugar do mundo. Mas você sabia que ter uma URL com a extensão de cada país facilita bastante para indexar no Google?

Isso porque a ferramenta sabe onde está localizado o IP de cada usuário e direciona resultados locais para ele, a não ser que a busca seja feita em outros idiomas.

Sendo assim, para facilitar a sua vida e conseguir indexar seu site internacional no Google Brasil, adquira uma URL adicional .com.br. Essa URL pode direcionar para o seu site principal, sem problemas.

Crie uma versão em português para o site

Menos de 3% da população brasileira fala inglês fluentemente. Menos de 5% dos brasileiros sabe um outro idioma que não o português. Dessa maneira, fica difícil conseguir tráfego (um dos requisitos para ser indexado no Google Brasil) em outro idioma.

Por mais que hoje tenhamos ferramentas como o Google Tradutor, os internautas sequer vão pensar em procurar por palavras-chave estrangeiras. Sendo assim, o melhor é investir um pouco mais na infraestrutura do seu site e manter duas versões, uma em inglês e uma em português ou uma em espanhol e uma em português.

Crie conteúdo de qualidade

Cada vez mais o Google direciona seus algoritmos para listarem resultados contextuais, que só podem ser aprimorados com conteúdo de qualidade. Uma boa estratégia de marketing de conteúdo pode ajudar a indexar seu site no Google Brasil mais rapidamente e gerar tráfego qualificado para você.

Ao criar conteúdo que ajude seus futuros compradores, você também estará contribuindo para formar uma boa reputação no país, algo essencial para qualquer marca que pretende perpetuar-se no mercado.

Use a mesma linguagem do seu público-alvo

Compreender como seus futuros compradores buscam por seus produtos e serviços é fundamental para indexar o site no Google. Se você vende cachecóis, por exemplo, e seu público usa a palavra cachecóis, não adianta chamar de chalinas, pois somente o público dos países que falam espanhol é que vão compreender do que se trata.

Isso é válido para todos os segmentos, exceto em mercados que se utilizam de termos em inglês, como o setor de tecnologia. Um consumidor de tecnologia provavelmente vai entender se você falar em desktop, HD, drive de CD, e assim por diante.

Use técnicas de SEO

Grande parte do sucesso do seu site internacional no Brasil está relacionada à otimização do site para o Google, ou seja, a aplicação de técnicas de SEO - Search Engine Optimization.

Essas técnicas podem ser aplicadas tanto no código da plataforma quanto no conteúdo, considerando-se as fotos, vídeos, imagens, títulos e subtítulos.

Para aplicar técnicas de SEO corretamente, você precisa conhecer o comportamento dos brasileiros na internet, como eles costumam buscar por seus produtos e serviços, que palavras usam para realizar essas buscas e o que os atrai em uma oferta de valor.

Feito isso, é aplicar essas palavras-chave na arquitetura do site, nas descrições de produtos, nos conteúdos do blog, nas imagens e vídeos compartilhados. Assim, quando alguém busque por algo que você tenha a oferecer, o Google entenderá que seu site é relevante para a busca, deixando-o bem classificado nos resultados.

Seja mobile

Há algum tempo o Google prioriza os sites que possuem uma versão adequada para os dispositivos mobile, ou seja, smartphones, tablets e afins. Você pode ter uma versão do site exclusiva para esses ambientes (mobile friendly) ou então um site responsivo (que se adapta aos dispositivos móveis).

O mobile friendly é o site pensado para o universo mobile, portanto, costuma ter melhor desempenho. Quem o cria já está focado no público que pesquisa e compra por meio de dispositivos móveis.

Já o site responsivo é aquele criado para desktops e notebooks, que perde alguns elementos e transforma outros para se adequar a telas menores e sensíveis ao toque.

Faça segmentação local

Outra forma de agilizar a indexação do site pelo Google é fazer a segmentação local. Ferramentas como o Moz ajudam a classificar melhor seu site em locais específicos, sejam países, estados ou até mesmo cidades. Assim, você consegue atingir o público local com muito mais facilidade.

Digamos que você more na Flórida e queira vender produtos para São Paulo capital, pois o envio de produtos é mais fácil. Com a segmentação local, seu site aparece apenas para moradores de São Paulo capital, aumentando suas chances de êxito nas vendas.

Mantenha o foco na experiência do cliente

Mais do que um site responsivo, do que técnicas de SEO e estratégias de marketing de conteúdo, você tem que estar focado em promover uma experiência de compra incrível para os seus consumidores.

Isso significa disponibilidade do site perto dos 100%, navegabilidade primorosa, acessibilidade a menus facilitada, informações às claras e processo de compra ágil e eficaz. Ah, não podemos esquecer da segurança nas transações e, claro, das formas de pagamento.

Agora que você já sabe como indexar seu site no Google nacional, comece a se preparar para entregar seus produtos no Brasil! Nós temos um e-book cheio de informações para você:

Como enviar seus produtos dos EUA para o Brasil.

Baixe nosso e-book com passo a passo detalhado para você começar a entregar seus produtos para o país

Baixe o e-book